Perigo! Amianto!

Posted: 18/09/2009 in Acção!, Cidadania, Escola, Saúde

©ProtestoGráfico

Como é o do conhecimento geral, muitas escolas do país encontram-se presentemente em obras de ampliação e remodelação.  Um grande número dessas escolas (onde está incluída a minha própria) tem telhados de fibrocimento, prática comum na construção das escolas públicas há 20-30 anos atrás. O fibrocimento contem amianto, material que quando inalado sob a forma de poeira resultante do seu corte ou quebra, é altamente perigoso pela sua toxicidade e propriedades cancerígenas . É certo que existe um tipo de fibrocimento sem amianto mas esse é relativamente recente e é pouco provável que o que está instalado na maioria das escolas seja desse tipo. Também é mais que provável que ninguém nas escolas ou até mesmo os responsáveis no ministério da Educação saibam que tipo de fibrocimento é que foi instalado em cada escola. Tal só pode ser determinado através de análises.

É inaceitável que, sem saber ao certo que tipo de fibrocimento está instalado, se procedam a obras para sua remoção enquanto decorrem aulas, expondo alunos, professores e funcionários a perigos irreversíveis.

Foi com esta preocupação que os pais dos alunos da Escola de Corroios se manifestaram e exigiram medidas de segurança apropriadas.

É irónico ter as escolas tão mobilizadas para o combate à gripe A e ao mesmo tempo se expor quem nelas trabalha a um perigo bem mais grave.

Alunos, Professores, Pais e Funcionários: É urgente que se informem sobre as obras que decorrem nas vossas escolas e peçam explicações sobre a eventual presença de amianto e do modo como serão ou estão a ser realizadas as obras para a sua remoção.

Anúncios
Comentários
  1. pat diz:

    A problemática do fibrocimento… admira-me que se consigam manter escolas em funcionamento em simultaneo com obras de remoção! Se tal está a acontecer, tirem uma foto da obra em curso e enviem ao ACT (autoridade para as condições de trabalho) com informações do local e entidades responsáveis. Decerto essas remoções não estão autorizadas por esta entidade! Existe legislação que obriga a um pedido de autorização e normalmente o ACT realiza no mínimo 2 visitas ao local (DL 266/2007, 24 Julho). As medidas de segurança são excepcionais e normamente mais dispendiosas que o custo da remoção em si. Seria de todo interessante “apanhar” o estado numa falta de ética e moral deste nível, ou eventualmente o ACT a “fechar os olhos” ao Estado! Cumprimentos

  2. Protesto Gráfico diz:

    Obrigado, Pat.
    Esclarecimento muito útil que decerto irá ajudar todos os que são afectados a vigiar mais de perto esta situação.

  3. manuel colona diz:

    Aqui , tudo fecha os olhos ao p”s”! Os carros de tunning da campanha deviam ter sido apreendidos e a coima aplicada.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s