Arquivo de Março, 2010

©ProtestoGráfico

Mas, por outro lado, os portugueses elegeram-no e portanto, merecem-no… A questão é que muitos portugueses se estão pura e simplesmente nas tintas para Portugal, está visto!

Anúncios

Não basta estarmos sujeitos à subjectividade inerente a ser avaliados pelos nossos pares. A questão das cotas continua a minar o pouco que resta da credibilidade deste sistema dito de avaliação docente. Então não é que um professor, por pertencer a uma qualquer comissão de avaliação ou por ser avaliador tem uma quota específica? Isto para não falar nos membros da direcção… Foi um fartar vilanagem de Muito Bons, mesmo para aqueles que não tiveram aulas assistidas e portanto não foram avaliados na componente científico-pedagógica. Haja coragem para combater isto porque vergonha não há nenhuma!

Descarregar o cartaz aqui

Texto de um artigo publicado no blogue da APEDE sob a forma de um cartaz para descarregar e afixar na sala dos professores…